Arquivo da tag: teatro

6º Festival de Teatro JF – Júri Off

O júri off é uma manifestação das opiniões dos atores Álvaro Dyogo, Felipe Moratori e Leonardo Cunha paralela à premiação oficial.

FIGURINO

– Indicados

O juiz de paz
O misterioso fim de Pâmela Sanches
Orlando!

– Vencedor

O misterioso fim de Pâmela Sanches

CENÁRIO

– Indicados

A carroça dos desejos
A farsa do advogado Pathelin
A nova roupa do imperador ou Tecendo vento

– Vencedor

A farsa do advogado Pathelin

ILUMINAÇÃO

– Indicados

Filemon
Ó o Sol
Orlando!

– Vencedor

Filemon

TRILHA SONORA

– Indicados

A carroça dos desejos
O juiz de paz
Orlando!

– Vencedor

A carroça dos desejos

ATRIZ COADJUVANTE

– Indicadas

Fernanda Sabot (O juiz de paz)
Liany Maia (A carroça dos desejos)
Kamilla Neves (A carroça dos desejos)

– Vencedora

Liany Maia (A carroça dos desejos)

ATOR COADJUVANTE

– Indicados

Ernane Fernandez (A nova roupa do imperador ou Tecendo vento)
Israel de Castillo (O juiz de paz)
Leonardo Bastos (O conto da ilha desconhecida)

– Vencedor

Israel de Castillo (O juiz de paz)

ATRIZ

– Indicadas

Adriana Maciel (Ó o Sol)
Anna Luiza Mendes (Orlando!)
Lilian Mattos (A carroça dos desejos)

– Vencedora

Adriana Maciel (Ó o Sol)

ATOR

– Indicados

Léo Santarosa (O misterioso fim de Pâmela Sanches)
Rafael Canedo (A carroça dos desejos)
Rodrigo Vrech (Filemon)

– Vencedor

Rafael Canedo (A carroça dos desejos)

DIREÇÃO

– Indicados

Educardo Vaccari (A carroça dos desejos)
Henrique Manoel Manara (Ó o Sol)
Julia Shimura e Rodrigo Vrech (Filemon)

– Vencedor

Eduardo Vaccari (A carroça dos desejos)

ESPETÁCULO

– Indicados

A carroça dos desejos
Filemon
Ó o Sol

– Vencedor

A carroça dos desejos

PRÊMIO DESTAQUE

Filemon, pela originalidade da proposta do espetáculo.

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte VII

Último dia de mostra competitiva, e a noite começou com O juiz de paz, da Fios Cia. Teatral, de Nova Iguaçu. A peça fala sobre a rotina de uma cidade de interior, onde o juiz de paz utiliza sua autoridade para resolver os cômicos casos dos moradores. O espetáculo começa com as personagens entrando do fundo e interagindo com a plateia até chegarem ao palco. Continue lendo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte VI

Na sexta-feira, feriado, foi possível começar a assistir aos espetáculos à tarde. O primeiro foi O conto da ilha desconhecida, da companhia 6 Marias e Meia, do Rio de Janeiro. A montagem, adaptação da famosa obra de José Saramago para o público infantil, fala sobre a busca da ilha desconhecida pelos desacreditados homem do barco e mulher da limpeza. Continue lendo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte V

Mesmo não tendo assistido aos dois primeiros espetáculos da quinta-feira, preciso comentar que fiquei sabendo da participação especialíssima do querido colega de grupo de pesquisa René Loui no espetáculo Ubu Rei, da mesma companhia que apresentou A Igreja do Diabo, que já comentamos aqui. Também soube do lamentável incidente com o bêbado que interrompeu a peça de rua Parô! Palhaçada, d’Os Profiççionais, de Ribeirão Preto. Espero que a essência do espetáculo não tenha sido prejudicada. Mas passemos aos comentários, que são o que mais interessa. Continue lendo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte IV

Quarta-feira reservava uma noite com dois espetáculos sobre os quais eu havia recebido boas recomendações. O primeiro deles, Filemon, de Rodrigo Vrech, do Rio de Janeiro, tem uma proposta bem intimista, em que um ator (o próprio Rodrigo) interpreta – em monólogo – uma mulher que não quer ser abandonada e faz um paralelo com o mito grego de Filemon e Baucis. Continue lendo.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte III

A segunda-feira chegou e com ela veio um belo presente: o espetáculo Sinfonia sonho, do Teatro Inominável, do Rio de Janeiro. A peça traz à cena a família de Kevin, uma criança de 9 anos que pretende descobrir como ser o espírito da música para a peça teatral de sua escola. Poderia ser um enredo encantador se não fossem as inúmeras tragédias que acontecem no desenrolar da trama. Continue lendo.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

6º Festival de Teatro JF – Parte II

♪ Vidas sem surpresas,
Vidas preparadas, tudo em seu devido lugar.
Carmela, Rosa, Dolores,
Flores a desabrochar. ♫

Pronto. Estamos no clima do domingo de Festival. Comecei a noite bem, com o espetáculo O que fazem as meninas quando desabrocham?, do Grupo Okearô de Teatro Independente, do Rio de Janeiro, vencedor do prêmio de melhor espetáculo adulto da última edição do Festival, e que na ocasião eu não pude assistir. A peça é composta a partir de contos de Mário de Andrade que retratam a passagem da menina à mulher. Continue lendo.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized