Arquivo do mês: outubro 2011

Areia e lágrimas

Não sei porque estou tão assustado. Tudo o que sei é que a gente podia fazer alguma coisa. Eu queria ser o seu preferido. Ou apenas ser o seu. Queria que você segurasse minha mão e ficasse tudo bem. Eu não queria ter medo. Ah, se meus temores fossem segredos! Pelo menos esconder seria divertido. Continue lendo.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Conto

O peso das palavras

Disseram para ela que ela era especial. Que sua energia emanava cores que preenchiam de alegria as vidas deles. Que merecia uma vida de sonhos realizados. Que precisavam dela como precisam do ar para respirarem. Que era surpreendente, bela, sensível, e um monte de outras coisas. Ela acreditou. Continue lendo.

1 comentário

Arquivado em Conto

O próximo feriado

Acordar de manhãzinha com um beijo no nariz e dar as boas vindas ao feriado com um café na cama de surpresa. Ouvir que sua cara amassada de sono é a coisa mais linda que Deus conseguiu fazer. Puxar um abraço para curtir só mais cinco minutos agarradinhos. Continue lendo.

2 Comentários

Arquivado em Conto

Que viagem!

Dizem por aí que fazer intercâmbio é uma nova maneira de alguém contar que está passando férias no exterior. Dizem, também, que gente pobre não passa férias nem na praia, quanto mais do outro lado do planeta. Dizem que quem decide ir sem grana passa muito aperto, que quer voltar no dia seguinte da viagem. Dizem que os nativos nem sempre gostam de gringos, e que às vezes deixam isso claro. Dizem muita coisa. Mas nem sempre dizem a verdade. Continue lendo sobre os mitos do Intercâmbio.

1 comentário

Arquivado em Comentário